História

Há mais de 30 anos o Prof. Dr. Esper Abrão Cavalheiro, com auxílio de vários colegas e estudantes da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP/EPM), estabeleceu um grupo de auto-ajuda para pessoas com epilepsia, seus familiares e amigos. Esse grupo cresceu além dos limites da instituição e se tornou a base para a Associação Brasileira de Epilepsia (ABE), em 1987.

A ABE foi aceita como o capítulo brasileiro do International Bureau for Epilepsy (IBE), em 1991.Tornado-se  capítulo oficial do IBE em 18 de dezembro de 2005; seu CNPJ é de 23 de junho de 2003 e o estatuto foi reformulado conforme no novo Código Civil Brasileiro de 2003 e está registrado no Cartório de Pessoas Jurídicas desde 16 de setembro de 2004.

A ABE foi qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) pelo Ministério da Justiça em 07 de janeiro de 2005, em portaria publicada no Diário Oficial em 17 de janeiro de 2005.

Seu primeiro Presidente foi o Prof. Dr. Esper Abrão Cavalheiro. Sucederam-no a Dra. Marly de Albuquerque em 2001, a Dra. Elza Márcia Targas Yacubian em 2004, a Dra Laura M. F. Ferreira Guilhoto em 2006, o Dr. Luis Otavio Ferreira Caboclo em 2010, a Dra Laura M. F. Ferreira Guilhoto em 2014.

Atualmente a ABE é presidida pelo Dr. Bruno Araujo Torres.